Os impactos ambientais da produção de sal são geralmente ignorados nos estudos, pois parece um produto benigno que só é consumido em pequenas quantidades. Contudo, o sal é essencial em todas as dietas e tem muito mais importância do que parece à primeira vista.

“ECOSALT” – Rotulagem Ecológica de Sal Marinho Tradicional e Flor de Sal é um projecto que pretende estudar e optimizar a produção de sal marinho tradicional e do seu subproduto, flor de sal, que é produzido em salinas. Para alcançar este objectivo foi desenvolvida uma norma para produção de sal ambientalmente sustentável. As partes certificadas por esta norma podem usar um rótulo ecológico nos seus produtos. Este rótulo confirma que o seu sal foi produzido segundo as melhores técnicas disponíveis. Também fornece informação sobre os impactos causados ou evitados por aquele tipo de produção. Os cálculos destes impactos são feitos de acordo com o método desenvolvido no “ECOSALT”.

O projecto também contempla um plano de comunicação, que pretende fornecer aos consumidores mais informação sobre compras ambientalmente orientadas, a fim de melhor os informar e influenciar os seus padrões de consumo. Este plano de comunicação visa, por exemplo, generalizar a divulgação de conceitos como pegada ecológica, ciclo de vida dos produtos e impactos ambientais.

O “ECOSALT” é o primeiro exemplo de um rótulo ecológico desenvolvido com base no conceito de Pegada Ecológica.